Confira a evolução do coronavírus em Búzios até a explosão de casos em novembro

Em nove meses de pandemia, Búzios teve bons e péssimos momentos diante da pandemia da Covid-19.

Em março foi decretado o ‘lockdown’, isto é, o fechamento da cidade e rígidas regras restritivas, assim como em diversas cidades, não somente da Região dos Lagos como em todo Brasil. Clique AQUI e relembre os dez primeiros dias da ‘quarentena’. Importante ressaltar que também havia Decreto Estadual que apontava o mesmo caminho.

Anúncios

Em abril, Búzios registrou os primeiros casos confirmados de coronavírus. Vale ressaltar que na época o prefeito era André Granado, hoje afastado do cargo pela Justiça, e a transparência do governo começou a ser questionada, já que verbas estavam chegando em Búzios, no entanto, a população não via com clareza o destino dos montantes. Nem mesmo a divulgação de quantos testes já tinham sido realizados. Era muita dificuldade para se conseguir uma informação de qualidade.

Em maio as primeiras praias começaram a ser flexibilizadas, desde que o frequentador utilizasse máscara. Relembre AQUI.

Em junho, com uma flexibilização um pouco maior, novos casos surgiram, mesmo com uma possível subnotificação dos números. Era a primeira vez que Búzios passava dos 100 casos em um mês.

Anúncios

Em julho, a cidade teve um fluxo maior de turistas, principalmente em condomínios. Nesse mês, na época vice-prefeito e hoje prefeito em exercício Henrique Gomes anunciou que contraiu o coronavírus. Relembre AQUI.    

Agosto foi o mês que já se discutia eleição e fora divulgada nova data para o pleito que aconteceu em novembro. Enquanto isso, o governo Federal, através do presidente Jair Bolsonaro continuava com a postura irresponsável e um ‘negacionismo’ cruel e covarde, menosprezando vidas interrompidas pela doença, chegou a declarar em cadeia nacional ser uma ‘gripezinha’.

Tais declarações e comportamento abjeto diante da pior crise sanitária mundial nos últimos cem anos ocasionaram reflexos negativos, principalmente no exterior e em um dos setores mais prejudicados na crise, que foi o turismo, e um dos primeiros a parar, a pauta chegou a ser noticiada em jornais nacionais e internacionais, como na coluna do Ancelmo Gois, no jornal O Globo, como você pode conferir AQUI.

Anúncios

Em setembro, com mais calor, principalmente no estado do Rio de Janeiro, maior fluxo de turistas começaram a frequentar a cidade, ao mesmo tempo, a fiscalização municipal foi diminuída e também a responsabilidade dos moradores já não era a mesma, era fácil ver pessoas sem máscaras em todos os bairros da cidade.

Em outubro, o desrespeito quanto aos protocolos estabelecidos e o fluxo de turistas se somaram ao início da campanha política. Era previsível o que aconteceria. Como você pode conferir AQUI.

Anúncios

Em novembro, Búzios bateu um recorde de casos confirmados, foram 597. O número pode estar relacionado à alguns fatores, tais como: como o prefeito André foi afastado no final do mês de outubro, Búzios estava sob nova gestão, a de Henrique Gomes. Henrique leva a crise sanitária de forma mais responsável e uma das medidas iniciais foi a compra de mais de 30 mil testes, para que se realizasse testagem em massa da população. E quanto mais se testa, mais casos são confirmados. Tal aumento também pode estar atrelado à campanha política. Era comum cenas de vereadores, candidatos, políticos em geral e população em aglomerações, diversos deles sem máscaras. Um terceiro fator pode ser o fluxo de turistas sem máscara, assim como moradores, e fiscalização frágil até o surgimento de novo protocolo.

O Decreto atual prevê multa para quem não usar máscara, como você pode conferir AQUI. Búzios totaliza 1.200 casos confirmados no total e 16 óbitos.

O momento é de prevenção, não existe remédio ou vacina. Então cuide-se, você se cuidando estará cuidando do próximo. Use máscara!    

Veja quantos novos casos em Búzios por mês


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s