Anvisa autoriza uso emergencial de vacinas contra a Covid-19

O Instituto Butantan e a Fiocruz fizeram os pedidos para, respectivamente, a Coronavac e a de Oxford. Primeira brasileira foi vacinada após liberação.

O domingo, 17 de janeiro, entra para a história. Após liberação para uso emergencial feita pela Anvisa, de forma unanime, os primeiros brasileiros já começaram a ser vacinados.

Anúncios

Para a população ficar imunizada levará algum tempo. O que mantem a importância de medidas contra a Covid-19. O diretor-presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, afirmou durante a coletiva:

A imunidade com a vacinação leva algum tempo para se estabelecer. Portanto, mesmo vacinado, use máscara, mantenha o distanciamento social e higienize suas mãos. Essas vacinas estão certificadas pela Anvisa, foram analisadas por nós brasileiros por um tempo, o melhor e menor tempo possível. Confie na Anvisa, confie nas vacinas que a Anvisa certificar e quando ela estiver ao seu alcance vá e se vacine.

Segundo Leonardo Filho, estatístico da Anvisa, a eficácia da Coronavac é de 50,4%, em percentual arredondado. Segundo o gerente de Medicamentos, Gustavo Mendes, a eficácia da vacina de Oxford é de 70,42%. (Veja na tabela a eficácia da Coronavac exemplificada)

A vacina é o caminho para acabar com a pandemia

A relatora do pedido, Meiruze Freitas, durante a reunião lembrou que não existem tratamentos alternativos para a doença.

Até o momento não contamos com alternativa terapêutica aprovada para prevenir ou tratar a doença causada pelo novo coronavírus. Assim, compete a cada um de nós, instituições públicas e privadas, sociedade civil e organizada, cidadão, cada um na sua esfera de atuação tomarmos todas as medidas ao nosso alcance para no menor tempo possível diminuir o impacto sobre a vida do nosso país

Anúncios

Programa de vacinação

Ao primeiros vacinados, no próprio domingo, foram escolhidos na área da saúde, trabalhadores da linha de frente contra a pandemia.  A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, moradora de Itaquera, São Paulo, foi a primeira brasileira vacinada, fora dos estudos clínicos, em, território brasileiro.  

O Ministério da Saúde afirmou que irá recolher as doses das vacinas aprovadas para iniciar o plano nacional de imunização, o que pode ser uma preocupação, já que até hoje o ministério não atuou à altura do problema.

De qualquer forma, os brasileiros que estão sofrendo na pandemia, já podem respirar um ar com um pouco mais de esperança.

Imagem de capa: Globo News


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s