Coronavírus: informação, recomendações e impactos

A OMS (Organização Mundial da Saúde) decretou pandemia com o Coronavírus. No Brasil, cortes e limitações de recursos do SUS causam preocupação.

Até o dia 12 de março, no Brasil mais de 143 pessoas haviam contraído o vírus, de acordo com balanço de secretarias estaduais de Saúde (o ministério fala em 77).

Até mesmo o presidente pode ter contraído, fez exames, mas até o momento o resultado não fora divulgado. O curioso é que recentemente o presidente declarou ser ‘fantasia’ essa pandemia, minimizando o Covid-19. A suspeita é que tenha pego de membro da própria comitiva em viagem aos EUA. Vale lembrar que no mundo são mais de 132 mil casos em 123 países, causando quase 5 mil mortes.

A infeliz declaração em nada ajuda o controle e ao mesmo tempo não traz solução, e pior, desacreditando que o problema exista ainda influencia outras pessoas a não tomarem os cuidados necessários.

Anúncios

Cuidados e recomendações

Cuidados podem e devem ser tomados, como: lavar bem as mãos com sabão e álcool gel, manter ambientes ventilados, evitar aglomeração de pessoas, cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar e não compartilhar objetos pessoais. Em caso de fadiga, dificuldade em respirar, febre, tosse seca, procure um médico, e nesses casos é recomendável o uso de máscara.

 As recomendações estão em diversas fontes, como no link abaixo do jornal O Globo, que diariamente atualiza os informes, dando acesso inclusive para quem não é assinante. O conteúdo também pode ser compartilhado via WhatsApp.  

No Brasil, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta confirmou que faltam leitos, médicos e recursos e ainda disse que haverá um ‘aumento abrupto’ no número de casos. Leis recentemente aprovadas, como o teto de gastos, faz com que as providências que deveriam ser imediatas, atrasem ou até mesmo não aconteçam como deveriam. Os recentes cortes no SUS (Sistema Único de Saúde) elevam esta preocupação. O Governo teve que liberar verba emergencial, contudo, o ideal é que já houvesse uma estrutura à altura do problema.   

Anúncios

Impacto no esporte e na economia

Algumas medidas estão sendo tomadas no mundo esportivo, jogos com portões fechados ou até mesmo adiamento de algumas partidas de futebol, como é o caso das rodadas das Eliminatórias para Copa do Mundo e a terceira da Libertadores da América.

A economia também vem sofrendo interferência por conta do vírus. Bolsas de Valores estão sofrendo quedas constantes, e os governos estão injetando recursos extras, mas no Brasil, o ministro da Economia Paulo Guedes não apresentou nenhuma proposta até o momento.

Búzios

Casos não foram confirmados na cidade, mesmo já tendo registro de suspeita. O Poder Público ainda não se manifestou, não passou informe, tampouco alterou qualquer rotina.

Recentemente notícias falsas foram compartilhadas por aplicativos e redes sociais alarmando a população, dizendo que ‘um navio com 3.500 italianos’ estaria na cidade. Mas realmente não passou de ‘fake news’, o que só prejudica.

Vale ressaltar que nem todo italiano possui o vírus, e também que os navios possuem hospitais e médicos na embarcação. O protocolo de vigilância sanitária foi reforçado pelas companhias de cruzeiros, assim como os protocolos de embarque ficaram mais rigorosos. Alguns países não estão recebendo navios, outros foram cancelados até dia 03 de abril, no entanto, o setor ainda está em funcionamento.

Como ainda não existe vacina, as principais recomendações são a prevenção e a informação.    


Um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s