‘Novo’ turismo aponta sustentabilidade como fundamental

A preservação do planeta vem sendo discutida por diferentes setores, entre eles, no turismo internacional.

O turismo de ‘qualidade’ vem se fortalecendo com pessoas cada vez mais conscientes. Durante o evento ‘Vai Turismo – Rumo ao Futuro’, realizando no último ano, Vitor Leal Pinheiro, Coordenador de Campanhas do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), afirmou que a conservação do planeta é pauta fundamental para o setor no pós-pandemia.

Anúncios

No evento, Vitor Leal apresentou dados globais sobre a produção de plástico e os impactos da poluição marítima sobre o turismo, pontuando, inclusive, o Brasil. Em estudo realizado em parceria do PNUMA com a Universidade de Brasília (UNB), fora ressaltado que 72% da procura do turismo internacional no Brasil é direcionada ao turismo ‘Sol e Mar’, isto é, destinos com praias, e que 39% do turismo é reduzido devido aos detritos e poluição de regiões costeiras. Vale ressaltar que, apenas 48% dos meios de hospedagem fazem a correlação da poluição com a baixa ocupação.

Anúncios

Também fora apontado que as administrações municipais apresentam pouca eficiência para criar legislação específica, além da execução muitas vezes precária, assim como a gestão de resíduos.

Esgoto indo para o mar em um dos principais pontos turísticos de Búzios

Para o especialista, “o turismo depende muito dos recursos naturais, ainda mais no Brasil, essa retomada do pós-pandemia precisa ser verde e equilibrada’, citando Colômbia e República Dominicana como bons exemplos de turismo ambiental.   

Toneladas de resíduos sólidos continuam indo para os mares do Brasil


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s