Dentre tantos aumentos, agora a cerveja também ficará mais cara

Mercado produtor de cerveja alega que segurou o preço em 2020, contudo, já anunciaram aumento no preço do produto para 2021.

Uma das bebidas mais consumidas do Brasil, e claro, em Búzios, a cerveja deve ganhar um aumento entre 10% e 15 %, de acordo com especialistas de mercado e fabricantes.

Anúncios

Isso se deve ao aumento no preço de insumos, escassez de embalagens, Dólar alto e o custo da energia elétrica. O preço do Dólar no Brasil afeta diretamente o custo dos commodities, como o milho, cevada, leveduras e o alumínio, fundamentais para fazer a cerveja.

Anúncios

Em entrevista ao jornal ‘Estado de Minas’, o diretor da Escola Superior de Cerveja e Malte (ESCM) Carlo Enrico Bressiani, “O Brasil é um país fechado, cheio de burocracia e que enfrenta problemas com a variação cambial. Quem sofre mais são as pequenas empresas, porque a maioria não tem contratos de compra e fornecimentos mais estáveis e adquire produtos conforme a demanda. Mas até os grandes terão de aumentar o preço para o consumidor final”.

Vale lembrar que o Dólar, em janeiro de 2020, era cotado em R$ 4,02 e fechou o ano custando em média R$ 5,45 e a maioria dos produtos para a fabricação do produto é importada e negociada na moeda dos EUA.


Clique na imagem e apoie com R$ 20 via Mercado Pago

Um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s