Página da web é importante ferramenta contra ‘Fake News’

Sleeping Giants Brasil: “Um movimento de consumidores contra o financiamento do discurso de ódio e desinformação”.

O Brasil tem acompanhado o crescimento do discurso de ódio e desinformação em redes sociais, e Búzios, por sua vez, acompanha essa realidade e de forma avassaladora.

Anúncios

O próprio presidente da República, familiares e assessores usam desta falcatrua com certa constância, contudo, canais como YouTube, e redes sociais como o Twitter, por exemplo, estão trabalhando a favor da democracia com iniciativas que visam coibir tal atitude fraudulenta, inclusive, ‘apagando’ mentiras divulgadas pelo por estes citados.

Anúncios

Recentemente, o Tribunal Superior Eleitoral fez um acordo com o aplicativo de mensagens WhatsApp, o mais popular entre os brasileiros, com o intuito de preservar a verdadeira notícia e evitar danos maiores com a desinformação em massa, isto é, os grupos criados não tem um alcance de milhares de pessoas feitas em uma só postagem de mensagem. Vale lembrar que, esse artificio de espalhar mentiras fora utilizado nas últimas eleições presidenciais, a ponto de pessoas acreditando em ‘notícias’ completamente irreais, estapafúrdias e até imbecis.

Anúncios

Sleeping Giants Brasil

Uma página da web, o Sleeping Giants Brasil tem contribuído muito com a verdade, inclusive conduzindo à desmonetização desses canais que propagam mentiras, sendo assim, os criadores de notícias falsas não conseguem remuneração com a propagação de mentiras e discurso de ódio.   

“E porque acreditamos na democracia, na ciência, no direito à informação, na internet livre, na valorização da diversidade, na dignidade da pessoa humana, na ética, na liberdade de imprensa, num futuro mais justo e solidário e na cultura da paz”, diz o manifesto da organização, que tem como principais desafios o combate à desinformação e ao discurso de ódio.

Como saber se a notícia é falsa?

Quando estiver em dúvida sobre a veracidade de uma mensagem ou notícia, primeiramente é melhor não compartilhar. Em seguida, você pode fazer uma simples busca na internet, caso não apareça o tópico procurado em canais oficiais de imprensa, pode ser que seja uma notícia falsa.

Páginas de checagem também podem ser um auxilio, como o ‘Comprova’ (link a seguir), uma iniciativa que reúne jornalistas de 40 veículos de comunicação. A página esclarece notícias publicadas e também recebe denúncias sobre possíveis mentiras espalhadas na internet.

Faça sua parte pela democracia.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s